Natsu Matsuri no Ajitama – Carta de Verão com sabores japoneses

Com a chegada do Verão, o restaurante Ajitama celebra os dias quentes com pratos refrescantes muito apetecíveis para esta estação. É um autêntico festival e uma explosão de sabores que mergulha na riqueza da cultura gastronómica japonesa para trazer novas histórias e pratos para a capital através do menu Natsu Matsuri.

Na época mais quente do ano, os japoneses preparam-se para os Matsuri, os tradicionais festivais que, no Verão, equivalem aos meses mais vibrantes e coloridos do Japão. Mais do que eventos físicos, os Matsuri são também um estado de espírito, um período de festa efusiva e uma verdadeira experiência cultural.

É neste acolhedor espaço cosmopolita em Lisboa que provamos algumas iguarias leves e altamente saborosas onde o destaque são os caldos e os noodles frios. Tudo na carta é muito tentador mas no capítulo das entradas, optamos pelo Cheritomato Wadashi, um prato que casa dois dos alimentos com mais umami, o tomate e o caldo dashi caseiro e pelo Tataki Kyuri, uma entrada que prepara o palato para o início da refeição — tal como indica o próprio nome do prato, Tataki significa “esmagar” e Kyuri “pepino”, sendo que o pepino esmagado acaba por criar fissuras em cada pedaço resultando numa maior absorção do molho condimentado.

Seguimos viagem pelo mundo do Ramen e no Verão, os caldos querem-se frios. O Cold Shoyu Ramen resulta da combinação do caldo Chin Tan de galinha com caldo dashi, servido com peito de frango marinado e fatiado, negi (cebolo), menma (bambu) e uma rodela de limão. Por sua vez, o Hiyashi Chuka é feito com noodles frios envolvidos em toppings frescos como camarão salteado, frango marinado, kinshi tamago (omelete de ovo cortada finamente), pepino, tomate e ovo ajitama, tudo condimentado com um molho caseiro frio. Neste caso, optei pela versão mais picante, o Spicy Hiyashi Chuka que adiciona pimentos vermelhos e cujo molho é feito à base de sementes de sésamo e Ra-Yu, picante caseiro japonês. Absolutamente delicioso com uma combinação de sabores que surpreende.

A refeição faz-se acompanhar das bebidas veranis, a Ramune Japanese Soda, Saké Onecup da Ozeki ou o cocktail Shenlong Gin, feito com gin, maracujá, bitter e clara de ovo. Para rematar a refeição, o Natsu Matsuri apresenta uma nova sobremesa, o gelado artesanal japonês de wasabi com um sabor picante e uma dose bem articulada de doçura. Apesar de não ser um ingrediente consensual, é uma óptima escolha para quem gosta de desafios com novos sabores. 

Desde que abriu portas, o Ajitama é um reflexo do Japão em Lisboa. Do rigor que os sócios António Carvalhão e João Azevedo Ferreira aplicam nas receitas nipónicas, com as mais afinadas técnicas e ingredientes, à própria arquitectura do espaço, tudo espelha as tradições do país do sol nascente.

Mais info: www.ajitama.pt

By Carla Branco

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: